(11) 3168 2123| 11 99143-4349 atendimento@drc.org.br

      Para quem trabalha com fotografias ou edição de imagens, há duas ferramentas que são indispensáveis para garantir um trabalho profissional. Estamos falando do Lightroom e do Photoshop.

      Mas entre um e outro, qual é a diferença desses dois softwares? Você saberia dizer o que cada um deles faz e quando um é mais indicado do que o outro? Essas dúvidas são recorrentes, mas elas vão acabar agora!

      Continue lendo nosso artigo para entender de uma vez por todas o que há de diferente entre o Lightroom e o Photoshop, e para quais situações eles são mais recomendados.

      O Lightroom

      O Lightroom é um programa muito completo que não somente faz mudanças na aparência das fotografias. Ele é um software específico para fotógrafos, que podem ter no mesmo local ferramentas para organizar, importar, editar, classificar e também dar saída para as fotografias.

      Ele também permite fazer alterações nas fotos, mas, nesse caso as alterações são determinadas por comandos. Elas não trabalham especificamente os pixels da imagem, mas sim com informações que promovem mudanças.

      Com ele é possível mudar a cor de uma imagem, por exemplo, mas com a vantagem de que se for preciso, ou se o editor não gostar do resultado, ele pode voltar ao começo. Porque as mudanças feitas no Lightroom não são definitivas, e assim, não se perde a foto.

      Ele também é leve e os trabalhos ou projetos desenvolvidos ali têm a mesma característica. Afinal, o Lightroom não trabalha com várias camadas, e com isso, não temos arquivos pesados.

      O Photoshop

      O Photoshop também é um editor de imagens, mas com a diferença de que ele não permite a organização que o Lightroom realiza. Ou seja, no Photoshop você faz alterações inúmeras nas imagens, mas não consegue gerenciá-las por ali.

      As mudanças e os efeitos que são realizados por meio do Photoshop atingem diretamente os pixels da imagem trabalhada. Ou seja, elas são definitivas e mais expressivas do que aquelas feitas no Lightroom.

      Com esse programa conseguimos mesclar elementos, retirar alguns, incorporar outros, jogar com cores, sombras, texturas, entre muitas e muitas outras opções. Porque no Photoshop o limite é a criatividade de cada um.

      Qual é o melhor programa para ser utilizado?

      Essa pergunta somente pode ser respondida se soubermos o que você pretende fazer com suas fotografias e imagens. Isso porque Lightroom e Photoshop são destinados para finalidades diferentes.

      Sendo assim, não podemos dizer que um é melhor do que o outro, mas sim, que cada um deles cumpre as funções para as quais foi desenvolvido, e ambos se complementam, permitindo um trabalho profissional.

      O ideal é ter os dois programas para que se possa ao mesmo tempo gerenciar as imagens e trabalhar com os efeitos desejados. O projeto começa no Lightroom, que organiza as imagens e faz pequenas alterações em sua aparência. Depois, ele pode seguir para o Photoshop, se forem necessárias mudanças mais expressivas.

      Por isso é que a utilização de um ou outro depende daquilo que o profissional deseja como resultado para seu trabalho.

      Algumas vezes é possível trabalhar somente com o Lightroom, para aquelas imagens que não precisam de muitas alterações, ou então que somente se deseja gerenciar álbuns.

      Mas quando é preciso fazer mudanças maiores na imagem, quando queremos criar cenas ou até mesmo brincar um pouco com a arte digital, então precisamos do Photoshop para termos acesso às ferramentas que permitem isso.

      Entre um ou outro fique com os dois. Lightroom e Photoshop se complementam, e para quem trabalha com fotografias, imagens e arte digital, é interessante se aprofundar em ambos para poder usufruir de todas as funcionalidades que cada um possui.